May 26, 2024

Montenegro esta condenado…

Mar 29, 2024 Hits:1419 Opinião

IMPORTANTE: COMEÇAR BEM

Mar 26, 2024 Hits:699 Opinião

SECÇÃO DO PSD-BRUXELAS …

Mar 18, 2024 Hits:1372 Opinião

Chega Triunfa no Algarve:…

Mar 12, 2024 Hits:2659 Opinião

Mulher, a seiva da vida

Mar 05, 2024 Hits:378 Crónicas

Delenda Moscua

Mar 04, 2024 Hits:563 Opinião

PROMESSAS ELEITORAIS

Mar 01, 2024 Hits:570 Opinião

CANDIDATOS DO PS NA FEIRA…

Feb 29, 2024 Hits:1540 Opinião

UE/Cimeira: Costa despede-se dos homólogos com experiência e agradecimento



Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor!


O primeiro-ministro cessante, António Costa, admitiu hoje ter enriquecido politicamente com a sua atividade em Bruxelas, levando uma maior compreensão da diversidade da União Europeia (UE), ouvindo os outros e ultrapassando divergências, deixando uma mensagem de agradecimento.

Falando à entrada da última cimeira da UE em que participa como primeiro-ministro, Costa referiu que “uma das coisas que mais enriquecedoras da vida política e da participação no Conselho Europeu é poder aprender bem e compreender bem a riqueza do que a diversidade da Europa, seja a geografia, seja a história, moldaram a cultura de cada um e isso ajuda muito a saber ouvir os outros, compreender os outros para ultrapassar divergências”.

O primeiro-ministro destacou ainda que quando chegou a Bruxelas, em 2015, com o Governo saído da chamada "Geringonça", que permitiu ao PS governar com o apoio do BE, PCP e PEV, teve de convencer os que temiam a viragem da página da austeridade.

Oito anos depois, referiu, “fomos sempre parceiros leais e ativos, quer na NATO, quer na UE.

Desde a primeira reunião em que participou, estão ainda na sala o presidente do Conselho, Charles Michel, o primeiro-ministro dos Países Baixos, o Mark Rutte, o da Hungria, Viktor Orbán, e o Presidente da Roménia, Klaus Iohannis.

"Eu creio que são os únicos, somos os cinco", referiu.

Esta é a última cimeira em que Portugal é representado pelo primeiro-ministro António Costa, estando prevista a transmissão de um vídeo de despedida e a entrega ao político português de uma estatueta alusiva ao edifício-sede do Conselho Europeu.

A Aliança Democrática (AD) venceu as eleições de 10 de março e o líder do PSD foi indigitado primeiro-ministro pelo Presidente da República. Luís Montenegro apresenta o seu Governo em 28 de março e a posse está prevista para 02 de abril.

As duas coligações lideradas pelo PSD – AD (PSD/CDS/PPM) e Madeira Primeiro (PSD/CDS) – conseguiram 28,84% dos votos e 80 deputados, segundo os resultados provisórios da Secretaria-Geral do Ministério de Administração Interna - Administração Eleitoral.

O PS foi o segundo partido mais votado com 28% e 78 deputados, e o Chega obteve 18,07%, com 50 mandatos no novo parlamento.

A Iniciativa Liberal (IL) foi a quarta força política com 4,94% dos votos e com oito deputados, seguida do Bloco de Esquerda, com 4,36% e cinco deputados. Também elegeram deputados o PCP, com 3,17% e quatro deputados, os mesmos que o Livre, com 3,16%. O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) manteve o seu deputado, com 1,95%.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos



Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades


A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


A SUA PUBLICIDADE AQUI?

A nossa newsletter

Jornal das Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

We have 282 guests and no members online