June 22, 2024

Montenegro esta condenado…

Mar 29, 2024 Hits:1586 Opinião

IMPORTANTE: COMEÇAR BEM

Mar 26, 2024 Hits:775 Opinião

SECÇÃO DO PSD-BRUXELAS …

Mar 18, 2024 Hits:1402 Opinião

Touradas: prática cultur…

Mar 16, 2024 Hits:1026 Opinião

Chega Triunfa no Algarve:…

Mar 12, 2024 Hits:2779 Opinião

Mulher, a seiva da vida

Mar 05, 2024 Hits:403 Crónicas

Delenda Moscua

Mar 04, 2024 Hits:598 Opinião

PROMESSAS ELEITORAIS

Mar 01, 2024 Hits:599 Opinião

CANDIDATOS DO PS NA FEIRA…

Feb 29, 2024 Hits:1589 Opinião

A GREVE DOS PROFESSORES



Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor!


A greve dos professores tem tido uma enorme adesão, apesar da imposição dos serviços mínimos. Por outras palavras, estão a impedir alguns professores de aderirem à greve pela necessidade de cumprir os serviços mínimos.

Entraram em vigor os serviços mínimos para as greves de professores convocadas pela plataforma de nove organizações sindicais, que inclui a Fenprof e a FNE. As escolas estão obrigadas a assegurar 3 horas de aulas, de acordo com o decreto do tribunal arbitral.

Desta vez é a zona norte e centro do país que se vai manifestar pela luta dos direitos dos professores.

Mas os alunos que faltarem às aulas durante este período de greve poderão ser Federação Nacional dos Professores (Fenprof)

No entanto, a Fenprof apelou aos pais que não levem os filhos à escola, mas alertou para que os pais verifiquem a situação de cada aluno e questionem o diretor de turma.

Os professores estão em greve para exigir melhores condições de trabalho e salariais, o fim da precariedade, a progressão mais rápida na carreira, e em protesto contra propostas do Governo para a revisão do regime de recrutamento e colocação, que está a ser negociada com os sindicatos do setor, conforme nímia divulgada na RTP.

Por outro lado a Fenprof, em comunicado, alega que em causa dizem estar “os problemas de carreira, precariedade, envelhecimento da classe, condições de trabalho e proteção a docentes com doenças incapacitantes”.

A adesão à Greve não precisa de qualquer autorização ou de comunicação prévia. Esta comunicação foi feita pelos Sindicatos que, nos termos da Constituição da República Portuguesa e da Lei, entregaram no Ministério da Educação e aos restantes membros do governo competentes, um aviso prévio de Greve.

Como forma de luta os professores têm recorrido à greve como forma de luta recorrendo à paralisação parcial ou temporária das aulas e outros serviços. 

A manifestação também tem sido uma forma de luta por parte dos professores, que têm saído à rua para reivindicar os seus direitos.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Joao Pires
Author: Joao PiresEmail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos



Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades


A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


A SUA PUBLICIDADE AQUI?

A nossa newsletter

Jornal das Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

We have 157 guests and no members online