July 19, 2024

Montenegro esta condenado…

Mar 29, 2024 Hits:1658 Opinião

IMPORTANTE: COMEÇAR BEM

Mar 26, 2024 Hits:838 Opinião

SECÇÃO DO PSD-BRUXELAS …

Mar 18, 2024 Hits:1428 Opinião

Touradas: prática cultur…

Mar 16, 2024 Hits:1060 Opinião

Chega Triunfa no Algarve:…

Mar 12, 2024 Hits:2802 Opinião

Mulher, a seiva da vida

Mar 05, 2024 Hits:416 Crónicas

Delenda Moscua

Mar 04, 2024 Hits:633 Opinião

PROMESSAS ELEITORAIS

Mar 01, 2024 Hits:628 Opinião

CANDIDATOS DO PS NA FEIRA…

Feb 29, 2024 Hits:1628 Opinião

Ucrânia: Rússia só usará armas nucleares em caso de “ameaça existencial” – Kremlin



Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor!


Moscovo apenas vai usar armas nucleares na Ucrânia no caso de uma “ameaça existencial” contra a Rússia, disse hoje o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, numa entrevista à CNN Internacional.

“Temos uma doutrina de segurança interna. É pública. Pode ler lá todas as razões para o uso de armas nucleares. E se é uma ameaça existencial ao nosso país, então podem ser usadas no âmbito da nossa doutrina”, afirmou.

A jornalista da CNN Internacional Christiane Amanpour pediu a Dmitry Peskov que dissesse se estava “confiante” ou “convencido” de que o Presidente russo, Vladimir Putin, de quem é muito próximo, não usaria armas nucleares em território ucraniano.

O Exército russo encontrou uma resistência inesperada das forças de segurança ucranianas desde o início da guerra.

De acordo com o Pentágono, o Exército da Ucrânia, que detém o controlo dos grandes centros urbanos, esteve mesmo em condições nos últimos dias de levar a cabo algumas contra-ofensivas que lhe permitiram, em particular no sul, recuperar terreno às tropas russas.

Especialistas militares acreditam que o Exército russo está a sofrer de problemas logísticos e de comunicação.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que causou pelo menos 953 mortos e 1.557 feridos entre a população civil, incluindo mais de 180 crianças, e provocou a fuga de mais 10 milhões de pessoas, entre as quais 3,53 milhões para os países vizinhos, indicam os mais recentes dados da ONU.

Segundo as Nações Unidas, cerca de 13 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: RedacçãoEmail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos



Luso.eu | Jornal Notícias das Comunidades


A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


A SUA PUBLICIDADE AQUI?

A nossa newsletter

Jornal das Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

We have 170 guests and no members online